Auxílio Brasil: mais de 1 milhão de famílias aguardam na fila para receber benefício

Compartilhe!

Auxílio Brasil: mais de 1 milhão de famílias aguardam na fila para receber benefício

Um estudo divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) diz que a fila de famílias esperando para receber o Auxílio Brasil, que segundo o Ministério da Cidadania havia sido reduzida a zero no início deste ano, voltou a crescer.

Publicidade Wp 2

Mais de 1.050.295 famílias que se qualificam para se tornarem beneficiárias do programa não tiveram acesso aos valores em fevereiro de 2022.

1 milhão de famílias aguardam na fila para receber benefício

Chamada à demanda suprimida, o número de famílias elegíveis ao benefício espera, mais que dobrou em relação ao Janeiro do mesmo ano, quando 432.421 esperavam na fila. Esse número leva em consideração os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

Diminuição da fila

No segundo semestre de 2021, porém, a fila teve uma diminuição significativa desde que foram adicionados ao programa , aproximadamente 3 milhões de famílias entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, quando o Bolsa Família se tornou Auxílio Brasil.

Publicidade Wp 3

Em janeiro deste ano, a fila teve uma queda significativa de 86,4%, com 3 milhões de famílias internadas no programa. No entanto, em fevereiro, o número de famílias que cumprem os requisitos, mas não conseguem acessar os benefícios, aumentou 142%, chegando a mais de 1 milhão.

Fila por Região

A maior espera A lista do Auxílio Brasil em janeiro ficou na região Sudeste com 183.753, seguida do Nordeste com 124.519 famílias aguardando a concessão.

E os estados que tiveram mais famílias elegíveis mas não atendidas em janeiro foram:

Publicidade Wp 4
  • São Paulo – 90.793;
  • Minas Gerais – 43.689;
  • Rio de Janeiro – 40.007 ;
  • Bahia – 32.384; e
  • Pernambuco – 26.355

Os dados detalhados de fevereiro por estados e localidades ainda não foram divulgados pela CNM.

A expectativa é de que cerca de 20 milhões de famílias façam parte do programa
O estudo da CNM também mostra que em julho de 2021 pelo menos 25 milhões de famílias estavam cadastradas no cadastro unitário e cerca de 19,1 milhões atendiam aos requisitos para serem contempladas pelo Auxílio Brasil. Ou seja, na época o número de beneficiários era de 16,7 milhões, porém, 76% das famílias brasileiras no CadÚnico deveriam fazer parte do programa de transferência de renda do governo federal.

Veja Algumas Sugestões!

Recommended For You

About the Author: Leticia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: